+55 (83) 3225.8010

Publicações

Escritório de advocacia recebe Diploma de Honra ao Mérito da CMJP

Referências ao Escritório • 22 de setembro de 2016 | por Mouzalas Adv

Compartilhar

Para Marmuthe Cavalcanti (PSD), equipe homenageada se destaca por contribuir em diversos trabalhos sociais

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) concedeu o Diploma de Honra ao Mérito ao Escritório Mouzalas, Borba e Azevedo Advogados Associados, em sessão solene, na tarde desta segunda-feira (19). A propositura da honraria e da cerimônia, que ocorreu no plenário da Casa, foi do vereador Marmuthe Cavalcanti (PSD).

“A equipe Mouzalas, Borba e Azevedo não se limita ao exercício da advocacia e se engajou em projetos sociais de suma importância. Esses profissionais promoveram capacitação junto a alunos da rede pública; mediação e conciliação em litígios junto à Ordem dos Advogados da Paraíba (OAB-PB); e se juntou ao Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) além da Advocacia-Geral da União (AGU) em projetos de destaque, como um relativo à elaboração do novo Código Civil. Por tudo isso, essa família merece a homenagem da CMJP”, justificou Marmuthe.

Durante o evento, vários clientes e colaboradores do escritório homenageado marcaram presença. Para o representante do Instituto Brasileiro de Advocacia (IAB), Carlos Pessoa Aquino, a equipe homenageada consolida o escritório como patrimonio imaterial de João Pessoa. “Aqueles que atuam para a vida em sociedade honram nossa missão, atendendo aos reclamos da comunidade e ao interesse público. São 15 anos, mas pelo nível de experiência e a qualidade de suas ações, parecem estar no mercado há mais tempo”, observou.

sessao-solenediploma-de-honra-ao-merito-19-09-2016-021
Todos na mesa dos trabalhos da cerimônia discusaram em homenagem ao Escritório Mouzalas, Borba e Azevedo Advogados Associados.

Por sua vez, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de João Pessoa (Sintem-JP), Daniel de Assis, enfatizou que a equipe é “exemplo ao realizar trabalhos sociais voltados à educação e capacitação de cidadãos de forma gratuita”. “Esse escritório tem um perfil conciliador. Acho que se todos usassem da filosofia dessa equipe, as ações no judiciário seriam mais céleres”, afirmou a vice-presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Paraíba (Abrasel-PB), Neide Lisboa.

Em sua fala, o diretor do Fórum Cível, juiz Inácio Jairo Queiroz, relembrou que um dos sócios e fundadores do escritório, Rinaldo Mouzalas, representou a Paraíba na comissão que formulou o novo Código Civil. “Através da CMJP, a voz dos bairros e da cidade reconheceu o trabalho de uma equipe formada por jovens profissionais que só têm feito o bem para João Pessoa”, complementou.

Durante a cerimônia, receberam o Diploma de Honra ao Mérito, em nome de toda a equipe do Escritório Mouzalas, Borba e Azevedo Advogados Associados, Amanda Luna; Daniel Sampaio; Valberto Azevedo; Vital Borba; e Rinaldo Mouzalas.

Clientes, colaboradores e parceiros do escritório homenageado marcaram presença na sessão solene.
Clientes, colaboradores e parceiros do escritório homenageado marcaram presença na sessão solene.

“Não pelo nosso mérito, mas pelo trabalho em prol da educação, da advocacia e de uma sociedade mais justa, agradecemos pela honraria. Sempre primamos pela educação no trato entre as pessoas dentro e fora do escritório. Acreditamos que ela é a chave para o sucesso e somos muito gratos a todos que fazem o Mouzalas. Temos uma missão pessoal e ela vai muito além da advocacia”, comentou Rinaldo Mouzalas durante seu discurso de agradecimento.

“Completando 15 anos, o Escritório Mouzalas tem uma história de lutas, valorizando a ética e cultivando uma gestão moderna, que integra seus contribuintes e colaboradores. Hoje, eles têm uma equipe de mais de 50 profissionais, com sede também em Campina Grande e em Sousa”, acrescentou Marmuthe, agradecendo a influência do escritório em seu mandato e na sua formação enquanto advogado.

Além de outras personalidades, também estiveram presentes na cerimônia o deputado estadual Raoni Mendes (DEM); o deputado federal André Amaral (PMDB); e o vereador Benilton Lucena (PSD), que secretariou os trabalhos.

Veja mais notícias

Erro